Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

CAVACO SILVA, MUDE: PRONUNCIE-SE ENQUANTO E TEMPO!



Tentemos advinhar qual é a frase preferida (e mais pronunciada) de Cavaco Silva?

"ENTENDO QUE NÃO ME DEVO PRONUNCIAR"

Por ter sido tantas vezes ouvida, encontrando-se o Pais  à beira do abismo,  uma névoa impotente e desesperadamente violenta  abate-se sobre o raciocinio e torna cega a visão cidadã.

Senhor Presidente, mostre-nos que a sua existência institucional é necessaria a Portugal; não promulgue este orçamento de estado tão injusto para os Portugueses. Demonstre que o Presidente da Republica é o garante da justiça social de Portugal. Escute o Povo e as Forças Armadas, todos a chegar à ruptura.

Se o não fizer, todos lhe diremos, que Portugal não precisa de um monarca que opina, aconselha, alvitra, "não se pronuncia..."

A REVOLTA SURGE QUASE SEMPRE DE FORMA INESPERADA!  

"Vamos tomar medidas" - Forças Armadas deixam aviso a Cavaco


Manifestação dos militares [Reuters]

Manuel Cracel, presidente da Associação de Oficiais das Forças Armadas afirmou, esta quarta-feira, em declarações à «TSF» que os militares «vão tomar medidas» se o Presidente da República promulgar o Orçamento de Estado.

Questionado sobre que medidas podem ser essas, Manuel Cracel explicou: «As circunstâncias hão-de ditar a melhor forma de o fazer. Importa referir que nas circunstâncias em que tal vier a acontecer, hão-de ser sempre num contexto institucional e democrático».

O coronel lamentou ainda que apesar dos diversos pedidos da Associação de Oficiais das Forças Armadas, Cavaco Silva, nunca tenha recebido os militares. Defende mesmo que o Presidente da República teria muito a ganhar se ouvisse os militares.

Para esta quarta-feira, está marcada uma vigília junto ao Palácio de Belém.

Morte do €uro: empresas já preparam planos de emergência


Moeda de um euro a ser derretida - Michael Buholzer/Reuters

É uma nuvem negra a que paira pela Europa e as grandes empresas estão a preparar-se para o pior. Já estão até a traçar planos de emergência para o caso de o euro colapsar.

«Estamos cientes de que há poucas empresas a fazer planos de contingência para o caso de um colapso do euro. Dito isto, nós fizemos uma primeira análise, aproximada, sobre as consequências do fim do euro em Portugal», adiantou ao «Financial Times» o director financeiro da Volkswagen Autoeuropa, uma das maiores empresas exportadoras de Portugal.
Veja o desenvolvimento da notícia na Agência Financeira

terça-feira, 29 de novembro de 2011

A imagem do dia 29-11-2011

O presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, assina acordo para implementar livre comércio entre seu país e os EUA na Blue House, em Seul (Coreia do Sul) Jin Sung-chul/Yonhap/Reuters

Ultimas noticias de Andorra: encerramento da Embaixada



Noticias de ultima hora apontam para o não encerramento total dos serviços consulares. Por outro lado, a Secção consular não deve encerrar nem nesta, nem na proxima semana.

Existe ainda uma pequena esperança de que o Principado continue a manter uma estrutura consular depois do encerramento oficial dos Serviços.

Estas noticias serão desenvolvidas nas nossas proximas edições. 

Repudiamos esta €UROPA merdic@!!!


Esta €UROP@ é soh MERD@!!!
Volta Escudo, estahs perdoado!!!

Video - Ex-atletas septuagenários acabam ao soco durante homenagem

Foto: DR
Kapp e Mosca quando eram jogadores de futebol americano
 
Há rivalidades que duram para sempre. É o que acontece com os antigos jogadores de futebol americano Joe Kapp e Angelo Mosca, que se encontraram várias vezes nos campos da Liga Canadiana de Futebol (CFL).
Ambos retirados há várias décadas, Kapp e Mosca, ambos de 73 anos, estavam a ser homenageados numa gala da CFL. Kapp tenta oferecer um ramo de flores a Mosca, que também praticou luta livre (o seu nome de ringue era King Kong Mosca), levou a mal a provocação e atingiu o rival com a bengala.

O que se seguiu não parece nada ter sido ensaiado porque os dois antigos atletas trocaram alguns golpes e tiveram de ser separados. E nestes tempos, é claro que estavam a ser filmados. E é claro que o vídeo acabou no Youtube.

A luta de Kapp e Mosca

Pintura - Anjos - "Niponico"




"Niponico"

Diz o "Aqui Tailândia"

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades... e para este os tempos foram de mudanças!  Dia

Longe vão os tempos em que o então jovem militante do MRPP atacava o imperialismo norte-americano. Hoje, afastado dessas lides, à frente da Comissão Europeia, manteve uma reunião com o presidente dos Estados Unidos, ambos interessados em evitar uma nova recessão europeia que se alastrará forçosamente

Olhem para o "cágado", oportunista, de quando se fazia da linha comunista.

Equador em alerta devido ao vulcão Tungurahua


Equador: o vulcão Tungurahua acordou - Reuters/Stinger

O vulcão Tungurahua, no Equador, entrou em actividade e está a expulsar lava há mais de 24 horas, escreve o jornal brasileiro «Terra». As autoridades elevaram o nível de alerta e já elaboraram um plano de evacuação para as populações que vivem em redor do vulcão, escreve o jornal «El Comercio».

A coluna de vapor e cinza chegou a atingir mais de três mil metros de altura. As localidades de Runtún e Guadalupe têm sentido a força das explosões de lava e as cinzas já chegaram, por exemplo, a Matus e Bayushig.

O vulcão acordou em força no passado sábado, mas desde 1999 que tem estado em actividade.

Dessin - Espérance


"Espérance" - 28-11-2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

MINHA AMADA MÃE (Anjos)

MINHA AMADA MÃE

O ADEUS?

Nunca te disse adeus.

Nunca te disse, que te amava.

A tua passagem foi longa, mas não vivida…

Uma vida, carregada de dor e sofrimento!

No último dia, do teu sofrer,

O teu olhar sereno ,foi perdoar-me…

Fui o último, ver teus olhos cansados…

De uma vida triste e vazia.

Lágrimas, nunca as verti.

Não te disse adeus…

Minha dolorosa e amada Mãe.

Palavras vãs para quê?

Mãe! Para quê dizer-te adeus.

Se um dia nos vamos encontrar.

Fui o filho rebelde e indomável.

Afinal, esta passagem é tão curta!

E o meu entardecer há-de chegar!

Fiz-te a vida num inferno.

Espera por mim lá no Céu,

Para Te dizer, O que na Terra; não Te soube dizer…

Mãe: -O Teu filho Revoltado sempre Te Amou!!!

O Teu filho

(Anjos)

Pintura - Anjos




 "Anjos" - (Um mau feitio, Amigo e ARTISTA)

ULTIMAS NOTICIAS - ANDORRA DESLIGA AS MAQUINAS

Portogallo 200 escudos.JPG

ULTIMAS NOTICIAS DE ANDORRA - ENCERRAMENTO é PARA BREVE


No entanto, e em previsão de um breve encerramento, alertamos a Comunidade Portuguesa de Andorra para tentar resolver os seus assuntos tão breve quanto possivel. 
Não deixaremos, oportunamente, de dar conhecimento aos leitores da data de encerramento.

Desenho - Herois do mar


"Herois do mar" - 31-07-2010

Até o “O Partido Socialista passou a gostar de fado”...vejam-là!



Vítor Marceneiro, Fadista e neto de Alfredo Marceneiro sobre o fado como Património Imaterial da Humanidade.

Correio da Manhã – Como vê a elevação do Fado a Património Imaterial da Humanidade?
Vítor Marceneiro – Tudo o que contribui para elevar o Fado como género musical a ser ouvido e admirado é de aplaudir, porque fala de Portugal.
– Como neto de Alfredo Marceneiro, acha que os grandes nomes do fado estão finalmente a ser homenageados?
– Não sei e sou céptico. Não será por estar na moda gostar de fado que tanto se fala e escreve? Acho que já se gostava, mas não havia tanta visibilidade.
– O fado nem sempre foi bem-visto em Portugal…
– Alguns ‘intelectuais’ que consideravam o fado medíocre estão extasiados, e o PS passou a gostar de fado. Como muitas outras formas de arte, é aproveitado pela negativa ou pela positiva conforme quem manda.
– Quem destaca entre as mais recentes promessas?
– Há muita gente a tocar e a cantar bem, mas só lhes peço que não se esqueçam de não esquecer o passado para construir o futuro. Admiro Ana Moura e João Paulo.

CORREIO DA MANHÃ

ULTIMAS NOTICIAS DE ANDORRA - ENCERRAMENTO DOS SERVIçOS DIPLOMATICOS E CONSULARES

 - O Sindicato dos Trabalhadores Consulares (STCDE), propôs ao Ministro Portas a manutenção de um vice-consulado em Andorra e o não encerramento dos serviços consulares anunciado.
Em contrapartida, no sentido de obter a mesma poupança, o STCDE sugeriu  a desgraduação de 9 consulados(-gerais), recorrendo à comparação do número de actos consulares;

- não é conhecida, ainda, a data de encerramento ao publico dos serviços consulares em Andorra;

- cerca de 75% dos trabalhadores da Embaixada, Secção Consular e Residência da embaixada poderão, pura e simplesmente, ser despedidos por não entrarem no plano de re-colocação do Ministério dos Negocios Estrangeiros.

Não deixaremos, oportunamente, de dar conhecimento aos leitores do desenvolvimento destas noticias... 

domingo, 27 de novembro de 2011

Diz o Daniel Oliveira: Nem para mentir este governo tem competência

O governo avançou, ondem ao fim da manhã, com números de adesão à greve geral - que qualquer pessoa com olhos na cara percebeu que foi superior há de há um ano - na administração pública: 3,6%. O relatório dos números era hilariante, com sectores inteiros de milhares de trabalhadores e fortes níveis de sindicalização com zero grevistas (é que nem os delegados sindicais fizeram greve, meus senhores). A preocupação deste governo com a sua própria imagem é tão baixa que nem se preocupa que a sua palavra possa ser facilmente posta em causa por aqueles que, nem tendo feito greve, sabem que colegas seus a fizeram. O rating da credibilidade deste governo está como o da nossa dívida pública: no lixo. Mas quem tem, no dia da greve geral, como seu principal porta-voz, uma figura como Miguel Relvas não precisa de se esforçar para se ridicularizar.
Depois atualizou os números: 10%. Não sei se, de madrugada, já tinham chegado a qualquer coisa que merecesse sequer a nossa atenção. Mas tenho um conselho para o governo: da próxima vez, nomeia um grupo de trabalho - talvez dirigido por João Duque- para analisar os números da greve. Com sorte, dizem uma coisa ainda mais estapafúrdia do que diria Miguel Relvas. Tem resultado: fazer encomendas a gente com ainda menos credibilidade do que ele para ele parecer apresentável.
Agora mais a sério. Dizia António Aleixo que "para a mentira ser segura e atingir profundidade tem de trazer à mistura qualquer coisa de verdade". É que nem para aldrabar esta gente tem talento.
Mas o governo não fica sozinho na falta de rigor e na manipulação. O jornal I fez ontem uma capa onde se lia: "Bom dia Portugal e bom trabalho". A folha de couve em que se tornou aquele jornal apelava assim à não adesão à greve. Está no seu direito. Como por lá os colunistas escrevem à borla - há quem ache, lá saberá porquê, que é isso que vale o seu trabalho -, compreende-se o ponto de vista do ativista que dirige tão singular publicação: se vendemos o trabalho gratuito dos outros como poderíamos sequer tolerar a ideia de que quem trabalha faça exigências? Talvez por isso pouca gente compre a coisa. Com capatazes assim e "empresários" do mesmo calibre (Jaime Antunes, mandatário, nas últimas eleições, de Passos Coelho em Ourém, deve ser recordista de flops editoriais) percebe-se porque este país não anda para a frente.
As televisões também fizeram bem o seu trabalho. Às vezes nem percebo porque tentam os governos manipular os jornalistas. Nem precisam de se dar ao trabalho. É fazer figas (ou mais do que isso) para que haja um "incidente" e está feito o noticiário de uma greve. E o argumento: a austeridade é inevitável e só arruaceiros se opõem a ela. E, para falar da greve, Miguel Relvas e o presidente da CIP fizeram as honras da casa em televisões generalistas e por cabo. Ainda assim, a greve aconteceu. Como sabe quem conhece o País fora do telejornais e dos delírios do ministro Relvas.

Indonésia: ponte cai com dezenas de veículos em cima


Queda de ponte provoca três mortos e 17 feridos (EPA/DWI ARDIANTO/TRIBUN KALTIM DAILY)

Uma ponte bastante movimentada desabou sábado na região central da Indonésia matando, pelo menos, 3 pessoas e ferindo outras 17, revelaram as autoridades do país.

A ponte, de 700 metros, construída à semelhança da Golden Gate Bridge de São Francisco, ligava as cidades de Tenggarong e Samarinda, na região este da província de Kalimantan, ruiu quando, pelo menos um autocarro e dezenas de motociclos, circulavam na via e caíram ao rio.

As autoridades desconhecem as razões do colapso da ponte, construída há dez anos, e as equipas de socorro foram enviadas para local na busca de sobreviventes e de corpos de vítimas.

Cientistas criam o mais perigoso vírus da gripe de sempre


Foi num laboratório holandês que o virologista Ron Fouchier e a sua equipa trabalharam no H5N1, a mutação do vírus da gripe que ameaçou o mundo com uma pandemia. A investigação conduziu à criação de uma versão do vírus muito mais perigosa que a anterior.

A iminência da publicação do artigo científico que descreve a criação do vírus está a causar polémica entre cientistas e peritos. A versão modificada do H5N1 é, segundo o seu criador, “um dos mais perigosos vírus que se podem criar”. Bastaram cinco mutações para o tornar muito mais contagioso que o seu antecessor.

Receios de que a publicação do estudo possa servir de incentivo a indivíduos que pretendam utilizar o vírus para terrorismo biológico motivaram a intervenção da NSABB (o Conselho de Aconselhamento Norte-Americano para Bio-segurança).

“Não consigo pensar num organismo patogénico tão assustador quanto este. Penso até que o anthrax não é sequer assustador comparado com este vírus”, revela Paul Kleim, o presidente da NSABB.

Apesar de toda a polémica, não existe nenhuma organização que possa impedir a sua publicação.

A imagem do dia 27-11-2011

See Explanation.  Clicking on the picture will download
 the highest resolution version available.
Shuttle Plume Shadow Points to the Moon
Image Credit: Pat McCracken, NASA
Explanation: Why would the shadow of a space shuttle launch plume point toward the Moon? In early 2001 during a launch of Atlantis, the Sun, Earth, Moon, and rocket were all properly aligned for this photogenic coincidence. First, for the space shuttle's plume to cast a long shadow, the time of day must be either near sunrise or sunset. Only then will the shadow be its longest and extend all the way to the horizon. Finally, during a Full Moon, the Sun and Moon are on opposite sides of the sky. Just after sunset, for example, the Sun is slightly below the horizon, and, in the other direction, the Moon is slightly above the horizon. Therefore, as Atlantis blasted off, just after sunset, its shadow projected away from the Sun toward the opposite horizon, where the Full Moon just happened to be.

HOOLIGANS DE ALVALADE!

Ministro da Administração Interna lamenta incidentesO Ministro da Administração interna lamentou hoje os incidentes registados no sábado no jogo de futebol entre Benfica e Sporting, disputado no estádio da Luz, em Lisboa.
A PSP efectuou três detenções e identificou 24 pessoas no âmbito da operação policial para o jogo de futebol entre Benfica e Sporting, e após o jogo, deflagrou um incêndio nas bancadas do estádio do Benfica, que foi dado como extinto cerca das 23:20.
Hoje, em Almeida, à margem da inauguração do novo quartel dos bombeiros locais, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, disse aos jornalistas que "é triste e lamentável" que ocorram situações desta natureza nos recintos desportivos.
"É triste e lamentável que assim aconteça, temos trabalhado todos, forças de segurança, Liga de Clubes, os próprios clubes, no sentido de aprimorar as condições de segurança", disse.
No entanto, Miguel Macedo referiu que a segurança nos estádios de futebol também depende "do comportamento de cada um".
"Infelizmente, há pessoas que ainda não sabem comportar-se no quadro de um espectáculo tão bonito quanto é o futebol", declarou.

Fado é Património Imaterial da Humanidade


Guitarra portuguesa, fado

O fado é Património Imaterial da Humanidade segundo decisão hoje tomada durante o VI Comité Intergovernamental da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O Presidente da República já se congratulou com esta notícia, considerando-a «motivo de orgulho para todos os portugueses».

«A partir deste momento, o fado é reconhecido como um Património de toda a Humanidade, um valor inestimável no presente e uma herança cultural importante para as gerações futuras», lê-se numa mensagem do chefe de Estado divulgada no «site» da Presidência da República.

O antigo presidente da Câmara de Lisboa Pedro Santana Lopes lançou a ideia de candidatar o fado a Património Imaterial da Humanidade e escolheu os fadistas Mariza e Carlos do Carmo para embaixadores da candidatura.

A candidatura foi aprovada por unanimidade pela Câmara de Municipal de Lisboa no dia 12 de maio de 2010 e apresentada publicamente na Assembleia Municipal, no dia 01 de junho, tendo sido aclamada por todas as bancadas partidárias.

No dia 28 de junho de 2010, foi apresentada ao Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e formalizada junto da Comissão Nacional da UNESCO. Em Agosto desse ano, deu entrada na sede da organização, em Paris.

A candidatura portuguesa foi considerada como exemplar pelos peritos da UNESCO, tal como o Paraguai e Espanha.

sábado, 26 de novembro de 2011

AGUIA COM GARRA AFASTA O SPORTING

Golo de Javi Garcia isola Benfica na liderança (1-0)


O Benfica assumiu provisoriamente a liderança isolada da Liga, depois de ter vencido o dérbi frente ao Sporting, por 1-0, este sábado, no estádio da Luz.
Javi Garcia fez o único golo do encontro, aos 42 minutos, de cabeça, na sequência de um pontapé de canto marcado por Pablo Aimar. Os encarnados resistiram à expulsão de Óscar Cardozo, por protestos, aos 63 minutos, e em muito devem a sua vitória a mais uma excelente exibição de Artur Moraes, ele que negou dois golos certos a Elias (59' e 89').
Gaitán poderia ter feito um golo monumental aos 12 minutos, mas o remate, a 25 metros da baliza, acertou em cheio no poste. Matías Fernández foi substituído ainda na primeira parte, por lesão, uma contrariedade para a equipa orientada por Domingos Paciência, que não conseguiu ser superior ao Benfica, mesmo após a expulsão de Cardozo.
Com este triunfo, o Benfica passa a somar 27 pontos na liderança da Liga, mais quatro que o Sporting. Os encarnados vão dormir na liderança isolada da Liga e ficam à espera de ver o que fará o FC Porto este domingo, na recepção ao Sporting de Braga.

Encarnados jogaram meia hora reduzidos a dez unidades, por expulsão de Cardozo, mas conseguiram derrotar o Sporting na Luz. Leões ficam a quatro pontos da liderança.

Bye, bye soon!

Pintura - Anjos Fernandes - dito o Grito da alma (magnifica tela)


"Opostos"

- Grande Amigo mas, sobretudo, artista -

ANDORRA: ATENçÃO PORTUGUESES o atendimento aos utentes pode encerrar jah na proxima semana


O conselheiro da comunidade portuguesa no Principado de Andorra, José Manuel Silva disse: "Se não pudermos salvar a embaixada, ao menos que fiquemos com o consulado"
"O presidente da República não pode reconhecer a importância que Andorra tem tido para Portugal e para a comunidade, fazer pedidos [...] e depois não ter uma palavra para impedir, sensibilizar, explicar ao Governo que a opção de encerrar as estruturas consulares em Andorra não é correta, é de grande insensibilidade e vai atingir dura e profundamente a comunidade portuguesa e as relações entre Portugal e Andorra", disse o deputado Paulo Pisco.
O deputado do PSD pela Europa Carlos Gonçalves tinha dito que "será problemático" se os portugueses em Andorra ficarem sem estrutura consular, e que o encerramento da embaixada de Portugal no Principado já era "um propósito" do anterior governo (PS).

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Como se alimentam as células cancerígenas sem oxigénio



Uma equipa de investigadores internacionais, que integra o português Paulo Gameiro, descobriu como se alimentam as células cancerígenas quando escasseia o oxigénio, abrindo assim novas perspectivas ao tratamento do cancro.
"Esta descoberta revela-se importante para desenvolver terapias contra células cancerígenas que experienciem falta de oxigénio (tal como no interior do tumor) e que ainda assim crescem descontroladamente", explicou o investigador à agência Lusa.
A divulgação da descoberta foi feita na quarta-feira num artigo publicado na revista científica Nature, em resultado de dois anos e meio de investigação com culturas de células, que terá como próximo passo o aprofundamento das pesquisas in vivo, nos próprios tumores.
As células em ambiente de baixo teor de oxigénio (hipóxia) utilizam um aminoácido, a glutamina, como nutriente para poder produzir gordura, fenómeno indispensável para o crescimento celular.
Na investigação, segundo Paulo Gameiro, foi observado que aquele aminoácido, em condições de baixo teor de oxigénio, era consumido através de uma via metabólica, passando a ser o nutriente principal para as células cancerígenas, substituindo a comum glucose (açúcar).
"Um dilema na biologia do cancro, e que motivou este estudo, era o de saber que mecanismos são escolhidos pelas células cancerígenas que lhes permitem responder à falta de nutrientes e continuar a proliferar, mesmo em condições de falta de oxigénio", observou.

Video - insolito - Jornalista russa faz gesto obsceno ao falar de Obama


Imagem do vídeo

Tal como Ronaldo fez aos adeptos da Bósnia antes do play-off de qualificação para o Euro 2012, uma jornalista russa levantou o dedo em directo na televisão... ao referir-se ao presidente dos Estados Unidos.
No mundo do futebol, o gesto de Cristiano Ronaldo não foi inédito, mas na comunicação social não é propriamente normal ver-se uma atitude como esta.
Tatiana Limanova fez o gesto obsceno quando se referiu a Barack Obama e prosseguiu o noticiário da Ren TV como se nada tivesse acontecido.
A estação de televisão não quis comentar o incidente - que já é um dos mais vistos do YouTube - mas fontes da Ren TV asseguram que a jornalista julgava que a sua imagem não estava no ar quando decidiu fazer o gesto e que este se dirigia aos técnicos presentes no estúdio e não ao presidente norte-americano.
A pivô estava a noticiar que o presidente russo, Dmitry Medvedev, sucedia a Barack Obama na presidência da Cooperação Económica Ásia-Pacífico.

PORTUGAL é LIXO: Fitch atira rating para 'lixo' e ameaça cortar mais

Fitch atira rating para 'lixo' e ameaça cortar mais
Num comunicado onde anuncia o corte do 'rating' da dívida portuguesa em um nível, de BBB- para BB+ na dívida de longo prazo e de F3 para B na dívida de curto prazo (ambas para níveis já considerados 'lixo' ou fora da escala de investimento) a agência alerta para o perigo de novos cortes e de dificuldades de liquidez de Portugal no final do programa, caso os mercados continuem fechados.
"Um desempenho económico e/ou orçamental pior que o previsto pode levar a mais um 'downgrade'. Apesar de Portugal estar financiado até ao final de 2012, o risco para a liquidez do Estado pode aumentar materialmente mais para o final do programa caso as condições adversas de mercado persistam", diz a agência de notação financeira.
Na decisão de cortar o 'rating' a Portugal, a agência retira os 'ratings' da República de revisão para possível novo corte, mas deixa a ameaça pendente caso os desenvolvimentos económicos e orçamentais piorem.
Nas justificações ao corte de hoje a Fitch sublinha que a deterioração das perspectivas de crescimento económico na Europa influenciaram muito a decisão, que levou a agência também a piorar a sua projeção para a economia portuguesa em 2012, esperando agora uma recessão na ordem dos 3 por cento.
"Nos próximos dois anos, a recessão irá tornar o plano do Governo para reduzir o défice muito mais complicado e irá ter um impacto negativo na qualidade dos ativos dos bancos", justifica ainda.).

Até quando vamos aceitar o insulto! Não sou perito em economia mas tenho outra capacidade: a Revolta, que é comum a todos os Portugueses! Quem me quer ajudar a mandar o neo-liberalismo pr'o cara..o?!!!

(A Fitch alerta para a possibilidade de cortar ainda mais o 'rating' de Portugal, após o corte de hoje para um nível já considerado 'lixo', caso a economia portuguesa ou o desempenho orçamental seja pior que o esperado.

GREVE GERAL: O Povo português diz "BASTA!"

Manifestantes em Setúbal, uma das 30 manifestações da CGTP no país
Os papéis eram lançados do corredor que liga o elevador de Santa Justa ao Convento do Carmo, onde se lê: "Orçamento de agressão tem a nossa rejeição".
A manifestação, que começou no Rossio, é marcada pela habitual presença de bandeiras vermelhas da CGTP e palavras de ordem como "A luta continua nas empresas e na rua" e "Desemprego em Portugal, a vergonha nacional".
A marcha em dia de greve geral tem como destino a Assembleia da República, onde está prevista a intervenção do secretário-geral da CGTP, Carvalho da Silva.
Esta é apenas uma das mais de 30 manifestações que esta central sindical promove pelo país.
A estes manifestantes deverá juntar-se o movimentos dos "Indignados" que esta tarde desceu a Avenida da Liberdade em direcção ao Rossio.

A manifestação promovida pela CGTP estava esta tarde a subir a rua do Carmo, em Lisboa, que se encontrava já cheia de manifestantes, enquanto 'choviam' papéis coloridos a apelar a uma concentração no dia 30 de Novembro na Assembleia da República.

Diz (e bem) "O Pais do Burro" - SIM, FAREI GREVE!!!

Sim, farei greve


Durão Barroso, o tal português que os patrioteiros se orgulham de ver na presidência da Comissão Europeia, diz que quer vigilância apertada sobre o conjunto de países, entre os quais o seu, para além do período de reconfiguração social que os respectivos Governos acordaram implementar a troco de um empréstimo que alimenta os anteriormente contraídos a juros que crescem ao ritmo das suas recessões assim induzidas.

Azar. Durão Barroso escolheu mal o dia para repetir a fábula dos bons e dos maus alunos nas vestes do disciplinador que nem nos dias que correm serviriam ao fantoche tecnologicamente mais sofisticado. É que a Alemanha foi hoje ao mercado financiar-se e apenas conseguiu vender 3,664 dos 6 mil milhões de euros de obrigações a dez anos que pretendia no leilão desta manhã. Os mercados, tantas vezes usados como álibi para a implementação de uma agenda política de regressão social e concentração de riqueza, desta vez quiseram dizer à senhora Merkel que, com dívidas ao preço a que pôs a pagar países como o nosso (12 por cento), a Grécia (27 por cento) e com o promissor negócio proporcionado pelo galope dos juros italianos e espanhóis (7 por cento), os especuladores têm opções muito mais rentáveis do que os 1,98 por cento que a Alemanha pagou pela emissão de hoje. A França e a Bélgica também já vão a caminho do fosso. O euro já não escapa. É uma questão de tempo.

E isto a propósito da greve de amanhã. É óbvio que vou fazer greve. Estou farto de discursos moralistas que nos apontam o caminho da pobreza como meio de purificação dos pecados que não cometemos, ao mesmo tempo que abrem o caminho da fortuna a delinquentes que, sim, tem responsabilidade na origem e nos desenvolvimentos da crise que vivemos. Sem o correspondente aos juros que Portugal paga pela sua dívida, o saldo orçamental seria positivo, cerca de +0,7 por cento do PIB. Com os juros é negativo em 7, 8, 9 ou o que eles quiserem por cento. E a dupla Passos Coelho e Paulo Portas não sabe fazer mais do que sacrificar o seu povo aos interesses que têm como porta-vozes Angela Merkel e Nicolas Sarkozy.

Vivemos acima das nossas possibilidades? Certamente que sim. Os impostos que pagamos dariam para termos serviços públicos e protecção social de luxo. Na sua vez, porque a Europa manda e eles obedecem sem um ai, temos juros da dívida de luxo. Com os lucros dos monopólios naturais teríamos serviços públicos e protecção social de luxo. Da mesma forma, na sua vez, porque eles querem, temos uma burguesia de luxo com direitos naturais de enriquecimento alargados quer por uma legislação laboral que nivela os rendimentos do trabalho pelo mínimo, quer pela completa isenção dos impostos que nos fazem pagar na sua vez, uma burguesia que, para cúmulo, ainda goza de inteira liberdade para fazer toda a espécie de falcatruas com ou sem paraísos fiscais.

Sim, faço greve. Este caminho que levamos vai ter que ser percorrido em sentido contrário e, quanto mais depressa for parado, menor e menos penoso será o regresso. Teria vergonha se ficasse de braços cruzados a ver o meu país a afundar-se. Sentir-me-ia um palerma se ficasse quietinho, a convencer-me que o caminho da Grécia não será também o nosso, à espera de ser ainda mais e mais apertado. Teria vergonha de não retribuir apoiando uma iniciativa organizada por quem, bem ou mal, não é hora de discuti-lo, tem como trabalho diário dar a cara por mim. Teria vergonha de fazer greve com o dinheiro dos outros. Teria vergonha de valorizar mais o salário de um dia de trabalho do que o direito perdido a um futuro. Sim, reclamo ter de novo o direito a um futuro. Tenho que fazer greve. Sim, farei greve. Que seja um enorme sucesso, para o bem de todos nós.

A segunda morte de Aristides de Sousa Mendes

casa do passal
"Conheci" indirectamente Aristides Sousa Mendes porque fui funcionario no consulado de Portugal em Bayonne (que dependia na altura do consulado-geral em Bordéus); era então vice-cônsul o Sr. Manoel Vieira Braga que viria a ser o meu superior.
Quando do encerramento desse consulado, em 2004,  "descobri" tesouros: livros de inscrições consulares, arquivos historicos, vistos concedidos... e um, em especial, atraiu a minha atenção; era um visto concedido - à revelia de Salazar - pelo Cônsul Aristides Sousa Mendes a "M. De Hautecloque",  que viria a ser conhecido pelo "Marechal Leclerc", heroi da libertação de Paris na segunda guerra mundial.
05-01-2012 - JMIRA  

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A foto: residência do diplomata Aristides de Sousa Mendes e serviu de abrigo a milhares de pessoas perseguidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. O palacete romântico, construído na segunda metade do século xix, está em risco de ruir devido a uma guerra pela presidência na fundação com o nome do diplomata.
Actualmente, a Casa do Passal pertence à Fundação Aristides Sousa Mendes, está classificada como monumento nacional, desde 3 de Março de 2011, mas está ao abandono e ameaça ruir por completo caso não sofra obras a curto prazo. São necessárias uma cobertura provisória e várias medidas de estabilização estrutural para que o monumento em Cabanas de Viriato, Carregal do Sal, permaneça de pé. Os dois projectos já existem, desde 2010, por iniciativa do engenheiro Vítor Cóias, presidente do Grémio das Empresas de Conservação e Restauro do Património Arquitectónico (GECoRPA), e foram entregues à Câmara de Carregal do Sal, estando mesmo aprovados pelo Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR). Falta avançarem no terreno: “Em 2000, por iniciativa de Jaime Gama, então ministro dos Negócios Estrangeiros, constituiu-se a Fundação Aristides de Sousa Mendes. A Casa do Passal passou a pertencer à freguesia, mas, “durante dez anos, o primeiro conselho de administração da fundação, de que fazia parte a Câmara Municipal, não fez nada pelo edifício, o que o conduziu ao actual estado de degradação, perfeitamente deplorável”, conta ao i Sousa Mendes, neto do cônsul de Bordéus.
Em 2005, com a morte do tio de Sousa Mendes, primeiro presidente do conselho geral, deveria ter sido iniciado um processo de eleição pela família. Só em 2008 a “família desencadeou o processo, de que resultou a minha eleição por unanimidade”, esclarece o engenheiro. O problema surgiu quando os membros do anterior conselho não reconheceram este processo e, cerca de dois anos mais tarde, em Outubro de 2010, Sousa Mendes viu-se forçado a iniciar as suas funções e a destituir o presidente da fundação: “Este ano, a teimosia dos anteriores membros subsistiu. Não permitiram o nosso acesso às instalações, à contabilidade e restantes elementos de gestão, o que tem dificultado a nossa acção. Os pedidos de colaboração que enviámos à câmara não têm tido resposta”, lamenta.
Ao i, Atílio Santos Nunes, presidente da Câmara de Carregal do Sal, sublinha que não reconhece Sousa Mendes como presidente da fundação: “Ele apenas quer o dinheiro da câmara”, acusa. Quando questionado sobre o porquê de não dar uma resposta ao neto do cônsul, Atílio Santos Nunes responde peremptoriamente: “Porque não merece resposta.”
No dia 3 de Março deste ano, o Conselho de Ministros aprovou um decreto onde criava oito monumentos nacionais, incluindo a Casa do Passal, numa altura em que o edifício já necessitava de obras. Sousa Mendes e Maria do Carmo Vieira, também da fundação, criaram uma petição em defesa da restruturação do edifício, que conta já com a assinatura de nomes como D. Januário Torgal Ferreira, Pedro Mexia, Rui Zink, Carlos Fragateiro, Santana Castilho, Teolinda Gersão, Pedro Tamen ou António Barreto. “Aristides de Sousa Mendes é um exemplo que me ilumina”, afirma Inês Pedrosa, escritora e uma das subscritoras do documento para defesa da Casa do Passal.

Diz (e muito bem) o Daniel Oliveira: greve geral: aprender com coragem

Notícias recentes dão-nos conta que 700 trabalhadores chineses de uma fábrica de calçado desportivo, em Yucheng, que fornece a Nike e a Adidas, entraram em greve. Resistem a despedimentos e à redução dos seus já miseráveis salários. Foram, como é evidente, ferozmente reprimidos. Como se sabe, o impressionante crescimento económico da China não tem sido acompanhado por aumentos salariais proporcionais. A sua miséria serve para acumular riqueza em meia dúzia de mãos.
Estes trabalhadores suspeitam que se prepara uma deslocalização. Mesmo sendo trabalhadores muito baratos há ainda mais barato que eles num outro lugar do planeta. E esta "contenção salarial", como agora se chama à escravatura, é garantida por um regime totalitário que os mantém ordeiros e obedientes. Não faltará quem lhes diga que o risco que correm com esta greve, para além da prisão, é a da empresa ir mesmo embora. Que o melhor que teriam a fazer era comer e calar. Porque a vida é mesmo assim.
Esta greve, e tantas outras que, apesar da repressão, se vão multiplicando na China, é uma esperança para todos nós. A luta social do chineses é o que mais facilmente pode travar a competição entre países para degradar a vida dos trabalhadores. E esta competição vem sempre com uma chantagem: ou aceitam, ou vão para o desemprego. E não falta quem tente mascarar isto de justiça global. Empobrecemos para os chineses viverem melhor. Chega então o memento em que os chineses ouvem o mesmo argumento: empobrecerão para outros quaisquer viverem melhor. Até, globalmente, vivermos todos pior. Menos os que lucram com esta concorrência pela miséria.
Os chineses que fazem greve são também uma lição. O risco que correm, ao fazer uma greve, é incomensuravelmente maior do que aquele que corremos. Por enquanto, ainda temos o direito à greve. Podemos perder o emprego? Sim, muitos dos que estão na situação laboral que este governo sonha para todos nós - sem segurança nem contratos -, podem. Podemos perder uma promoção? Sim, podemos. É o preço que se paga pela coerência e coragem.
Cada um decidirá se vale a pena. Se a defesa da escola pública para os seus filhos, dos hospitais para si e para os seus pais vale o risco. Se a resistência ao assalto aos seus salários, às indeminizações por despedimento, aos subsídios de natal e de férias, às reformas para as quais descontaram e aos seus impostos vale o risco. Se o nosso futuro como comunidade e se a defesa do Estado Social que nos garantiu, apesar da nossa pobreza, uma vida um pouco mais digna (é comparar os números de há quarenta anos e de hoje) merece esta luta. Sendo certa uma coisa: se a greve de amanhã não se justifica, nenhuma outra se justificará.
O argumento contra a greve é sempre o mesmo. É sempre a mesma chantagem. Que ela só piorará a nossa economia. Que precisamos "é de trabalho". Aqueles que vivem à custa do nosso esforço, do nosso trabalho e dos nossos impostos contam com isso. Contam os que esperam reduções salariais - que, como se vê pela China, nunca nos permitirão competir com ninguém, porque lá no fundo do poço há sempre quem receba menos para produzir mais - para aumentar ainda mais a desigualdade no mais desigual dos países europeus. Contam os banqueiros, que fazem exigências ao governo para determinar as condições para receberem o dinheiro que os contribuintes pagarão com juros. Conta o governo, que entre a troika e os banqueiros, tem de escolher a quem cede, sem nunca passar pela cabeça ceder a quem trabalha. Porque se quem trabalha não mostra o poder que tem não tem poder nenhum. Não conta na equação de governos avençados a interesses. Governos que só se lembram de onde vem a sua legitimidade em campanhas eleitorais. Campanhas onde nos prometem o que não tencionam cumprir.
Na vida, nada se consegue sem luta. Tudo o que temos - do Serviço Nacional de Saúde à Escola Pública, do salário mínimo às férias e fins-de-semana - custou demasiado a muitos para desistirmos sem resistir. Foram criados porque os que vivem apenas do seu trabalho foram suficientemente corajosos para mostrar que sem eles não há paz social, não há produção, não há riqueza, não há lucro. Que eram e continuam a ser eles que criam a riqueza. De tempos em tempos isso tem de ser recordado.
Vivemos um momento histórico. Tudo está em causa. Os nossos direitos são tratados, por uma elite que vive numa redoma social, como privilégios. A nossa dignidade é tratada como um luxo. Não falta quem nos explique que é de cabeça baixa e em silêncio que sairemos desta crise. Cada um por si. Cada país por si, cada trabalhador por si, cada cidadão por si. Paralisados pelo medo que nos vendem em horário nobre. Nunca foi assim que nenhuma sociedade evolui.
A greve de amanhã não nos tirará da crise. Nem arruinará o País. Mas, se ela correr mal, é um sinal que damos. Um sinal de desistência e resignação. Na sexta-feira, se isso acontecesse, estaríamos todos mais desesperados, sozinhos e derrotados. Prontos para perder tudo o que conquistámos com muito mais esforço do que aquele que nos é pedido para esta greve. Às vezes, não trabalhar é a única forma de mostrar a quem tem poder que é do nosso trabalho que o seu poder depende. Espero, por isso, que corramos um décimo dos riscos que os trabalhadores de Yucheng correram. Pela mesma dignidade a que eles julgam ter direito. Quem falta nos momentos históricos não se pode queixar da história. Porque ela é feita por nós.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

GREVE GERAL. 24-11-2011: EMBAIXADA FECHADA



Informamos os cidadãos Portugueses residentes no Principado de Andorra do encerramento definitivo da Embaixada de Portugal muito em breve. Amanhã, 24 de novembro, é soh por GREVE! 

terça-feira, 22 de novembro de 2011

AGUIA VOA BEM ALTO!!!


Benfica apurado para os oitavos-de-final
O Benfica empatou esta noite em Old Trafford 2-2 frente ao Manchester United, como golos de Jones (p.b), Berbatov, Fletcher e Aimar. Com este resultado os "encarnados" estão apurados para a próxima fase da Liga dos Campeões.
Com alguma sorte nos momentos essenciais do jogo, e muito mérito repartido por 90 minutos, o Benfica carimbou um apuramento histórico em Old Trafford. O empate (2-2) com o Man. United deixa os encarnados nos oitavos-de-final, e a uma vitória caseira, sobre o Otelul, para terminar o grupo C em primeiro lugar.

Um começo de sonho embalou a equipa de Jorge Jesus para o apuramento: da primeira vez que passou o meio-campo com a bola dominada, Witsel libertou Maxi na direita e este deu a Gaitán o espaço para um cruzamento-remate. A bola desviou no pé de Jones e traiu De Gea, gelando os adeptos dos «red devils» e levando ao delírio os cerca de 3 mil torcedores encarnados que fizeram a viagem até Inglaterra.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

"Calhau da Ilha" gasta 3 milhões em luzes de Natal e fogo-de-artifício



Veja como vão arder os nossos impostos!

A Madeira vai gastar mais de três milhões de euros em luzes de Natal e no fogo-de-artifício da passagem de ano, informa o «Público».

O pagamento, contudo, só vai ser feito em 2012, porque o Governo Regional está agora com falta de liquidez.

A adjudicação foi feita por ajuste directo à Luzosfera, empresa do grupo SIRAM. Isto depois de o concurso público ter sido cancelado, por queixas dos outros concorrentes.

A empresa é do antigo deputado regional do PSD Sílvio Santos e é favorecida pelo Governo Regional desde 1996.

Os trabalhos de montagem da iluminação natalícia já começaram...

domingo, 20 de novembro de 2011

" Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro se esquecem do presente de forma que acabam por não viver nem o presente, nem o futuro.
E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido."

(Do nosso correspondente Soares dos Reis)

Texto - Reflexão em linha recta


REFLEXÃO EM LINHA RECTA
A ponto de dormir,
Tenho algo a apontar,
Sem conseguir.
Acordo, ponto inicial.
Preciso que o ponto
Abstracto seja tangível.
Em suma, fazer o ponto.
Apontar para lembrar
Mas como apontar, agora
Acordado. Ponto; pronto.
Divagassem ordenados,  
Os pontos criariam linha.
(Talvez se sem existência
Própria, talvez não seguindo
Linha independente).
Depois outros pontos
Viriam, desordenados
E criariam outra linha.
Jamais linhas colidiriam
Por simples e mero acaso.
E afinal, seriam quê?
Mas achei, repentinamente
(E por mero acaso que so o
Espirito poderia explicar,
A preocupante intriga).
Não encontro bem o ponto
Que me conduziu a linhas
Paralelas. E agora estou feliz
Descobri que paralelas se
Podem encontrar.
Paralela sem acidente
Não produz felicidade…
A força do espírito deve
Leva-las a colidirem para no
Choque criarem explosão
De fraternidade.
Agora sim de novo dormindo
Ressurge a ideia parabólica:
Há paralelas que por vezes
Se encontram sem que   
De excepção se trate.
Encontram-se quando a matéria
Da matéria da sua constituição
Irresistivelmente se atraem.

Andorra, quinta-feira, 20-11 – 3 horas

O desenho do dia 20-11-2011


As nossas desculpas ao Facebook que, afinal, não censurou o quadro de Courbet "l'origine du monde"

Facebook, afinal não censurou quadro de Courbet "l'origine du monde"


Origem do mundo escandaliza os críticos do Facebook
Aos "seguidores": A minha pagina não desapareceu da "blogosfera"; apraz-me registar que o "Facebook" respeita a liberdade de expressão. Obrigado.

A obra de arte «L'Origine du monde» (1866) de Gustave Courbet com a imagem de uma vagina foi censurado pela maior rede social, o Facebook.

Matthew Weisten, pintor, escultor e artista, que já expôs o seu trabalho na Galeria Sonnabend em Nova Iorque durante vinte anos, descobriu que a sua conta do Facebook foi suspensa depois de ter publicado o ícone da obra de arte de Courbet.

Não é a primeira vez que o Facebook já suspendeu contas por causa do seu conteúdo composto por imagens consideradas de carácter sexual, nudez ou mesmo demonstrações de afecto.
 
(No caso de Weinstein, foi lapso sem duvida)

sábado, 19 de novembro de 2011

Diz "O Pais do Burro": o "camarada Mario Soares"


Sem eleições à vista: «Mário Soares responsabilizou a chanceler alemã, Angela Merkel, pela decadência da Europa e sugeriu um papel interventivo do Banco Central Europeu (BCE) na resolução da crise, através da emissão de moeda. “A Europa deixou de ter líderes”, disse Mário Soares, sustentando que Angela Merkel “é uma pessoa que tem grandes responsabilidades na decadência da Europa” e na situação de crise vivida em Atenas.» (hoje)

Com eleições à vista: «Mário Soares não é daqueles que tem o emprego ou o negócio em risco, Mário Soares não é daqueles que tem a reforma em risco, Mário Soares não é daqueles que tem a carreira em risco, Mário Soares é daqueles que tem uma fortuna que o mantém fora de qualquer sobressalto. Logo, Mário Soares diz não ser daqueles que têm muito medo do Fundo Monetário Internacional (FMI). Acredito.» (2 de Abril de 2011, dois meses e três dias antes das eleições)

Video - Aurora de tempestade solar

Os astronautas da Estação Espacial Internacional fotografaram a aurora desde Agosto até Outubro e agora há um vídeo que mostra toda a sequência.

Nas imagens pode ver-se uma luz verde a formar-se à volta da Terra.

As auroras são provocadas pela interferência de tempestades solares com a atmosfera e têm sido mais comuns do que o habitual nos últimos meses.

Earth | Time Lapse View from Space, Fly Over | NASA, ISS from Michael König on Vimeo

Novo Site de Impostos gratuito

1.º jornal digital sobre impostos (... ainda é gratuito!!!)
Começou a publicar-se o primeiro jornal digital sobre impostos em Portugal.
Desde há poucos meses, encontra-se disponível o primeiro jornal digital sobre impostos em Portugal: o Impostos Press.
O jornal Impostos Press é o primeiro jornal digital exclusivamente sobre impostos em Portugal, publica-se na Internet, é actualizado permanentemente todos os dias do ano e está disponível no endereço: www.impostospress.net
O jornal Impostos Press é de acesso universal, não depende de registo prévio e a sua utilização é inteiramente gratuita.

(do nosso correspondente Caldeira Marques)

TP: Naval-Benfica, 0-1

Naval 1º de Maio vs Benfica (Paulo Novais/LUSA)

O Benfica eliminou a Naval na IV eliminatória da Taça de Portugal ao vencer na Figueira da Foz, por 1-0. Rodrigo precisou de 66 segundos em campo para marcar o único golo de um encontro complicado devido ao estado do terreno.

Rodrigo tinha entrado pouco antes, quando aos 83 minutos fez o 1-0, que coloca os encarnados nos oitavos-de-final da Taça de Portugal.

É o quinto golo do avançado em quatro jogos consecutivos pelo Benfica e o segundo na Taça de Portugal.

Desenho - Uma noite bem passada


"Uma noite bem passada" - 19-11-2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Visto no "Aqui Tailândia" - Reestruturação consular

"...PROBLEMAS DA NOSSA ECONOMIA OU ENTÃO PARA LHES VENDER SANTINHAS DE FÁTIMA."

Um Santissimo Mercado

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, anunciou hoje no Parlamento que Portugal vai encerrar sete embaixadas, quatro vice-consulados e um escritório consular. As embaixadas portuguesas que vão ser desactivadas são Andorra, Bósnia-Herzegovina, Estónia, Letónia, Lituânia, Malta e Quénia.
“A Associação RMAS QUE GRANDE "BUQUE"...!!!
Calma, Amigo, fica a Santa Sé para eventuais milagres...

Diz o "Democracia em Portugal": Na Peugada da Grécia

Não restam dúvidas e a melhor prova é aquela que se tem invariavelmente constatado: quanto mais os vigaristas corruptos falam e negam um determinado assunto, maior é a garantia da sua certeza.

Como o homem é o único animal que repete os seus erros e os portugueses não perdem nenhuma oportunidade para demonstrarem que seguem a regra com maior afinco do que a generalidade, os políticos estão certos de os enrolar mais uma vez. Os carneiros provam sempre a sua carneirice. Que diferença esperar duma corrupção superior à da Grécia?

A miséria será maior e mais profunda. Os falsos subsídios do 13º e 14º mês – que na realidade são parte integrante dos ordenados e das pensões por assim terem sido sempre tratados oficialmente e de facto – são intocáveis de acordo com o Decreto-lei n.º496/80 de 20 Outubro. Enquanto isto, os ladrões corruptos afirmam que os sacrifícios são partilhados, mas não cortam os seus ganhos como outros países fizeram. Os hipócritas limitaram-se a um bluff ridículo de 5%, o que equivale a uma chapada na população, continuando com ordenados superiores aos dos países ricos. Tendo em conta a realidade do salário médio e do custo de vida, são três ou quatro vezes superiores aos dos seus homónimos europeus e de além-Atlântico.

Cortam os ditos pseudo-subsídios aos ordenados e às pensões aos reformados e outros mais necessitados e auto-exceptuam-se, como se lê do orçamento publicado no Diário da República, 1.ª série, N.º 200, de 18 de Outubro de 2011, página 4659: €2.093.650 de subsídio de férias e de natal aos broncos da Lavandaria Nacional. Aqueles que dizem que nos representam quanto se apresentam a eleições, que fazem o contrário do que disseram e do que queremos, parem leis estúpidas que atrasam o país e impedem o seu desenvolvimento e perdem tempo infinito corrigindo as anteriores. Ladrões incapazes.

O primeiro acto da Maria da Assunção como chefe das osgas que de vez em quando comparecem no Palácio de São Banto, reformada aos 42 anos e acumulando pensão com ordenado (a esta canalha o roubo é permitido de todos os modos e constantemente ainda inventam mais) ao ocupar o seu posto de chefe de quadrilha, foi o de oferecer um BMW 320 ao Mota Amaral, pago com o dinheiro daqueles a quem cortam as pensões. Não é facto evidente que casos destes só podem ter lugar por os carneiros tudo consentirem? Acabem com eles: enforquem os ladrões e exponham-nos em praça pública como fazem na Arábia Saudita aos executados em público.