Pesquisar neste blogue

sábado, 31 de agosto de 2013

Texto - O camarada Che e o Policarpo "alantjano"

Numa reunião politica, discursa o Che Guevara :


“Meus queridos amigos, Cuba precisa de mais trabalho, de manter os salários e diminuir os impostos...
 

De repente, é interpelado por um presente:
 

- "Mas como é que vamos reduzir os impostos que nem sequer pagamos?..."
 

- "Há sempre uma solução, “camarada”! vamos tributar um grupo    a   que chamaremos, “Filhos da put@” ou “Os da Panasqueir@” e
verão que o dinheiro vai jorrar em Cuba!
 

Novamente interrompido, diz outro espectador, emigrante,  “alantjano” do Alvito:

 

- Chi, Camarada Che, e aquêlês que nã são panascas?

 

- “No ay problema camarada Policarpo, Esses passam para o grupo dos “FDP”!
 

Bordeaux, 31 de Agosto de 2013. 
 
 

JoanMira

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Texto - Hipocrisia e Siria

Qualquer ser humano normalmente constituído só pode estar em desacordo com todas as formas de violência. Porque qualquer pessoa, a que não falte qualquer pedaço de massita cerebral, tem de se insurgir contra todas as guerras.
 
Você sabe mais que eu da situação na Síria? É que eu pouco sei, a não ser o que nos conta a imprensa, ela própria controlada pelo neoliberalismo FDP! E então, você vai querer entrar no mérdico conflito? Seria como deitar gasolina no fogo... 
 
Lembre-se do que se passou no Iraque e das "explicações" hipócritas que na altura nos foram dadas...
 
 
Hoje, e como sempre, muitas "patacas" estão em jogo, sobretudo aquelas que nunca veremos e noticias que nunca chegarão ao cidadão comum! 
 
Interrogar-se é já um bom passo; você sabe se foi o regime sírio que utilizou armas químicas ou se foi a oposição a esse regime? Você sabe tanto quanto eu sei, muito pouco. 
 
E já agora, porque é que as armas químicas devem ser proibidas? E as outras não? As segundas não matam? Ou a morte e o sofrimento devem obedecer a sofisticados e classificados requintes? 
 
A guerra que em Portugal se trava pouco interesse tem para as altas instâncias internacionais porque se trata, tão-somente, de um conflito civil entre europeus:  ladrões e sacrificados, a que nada, ninguém, nem a ONU pretende por termo, menos ainda "bombeiros incendiários" pertencendo a seita do FMI, vulgo FDP pertencendo ou não a troikas que derramam Kerozene sobre o Pais... 
 
Diabólica e fatal chacina!
 
Para pacificar o nosso rectângulo, nunca vera veículos "UN"! Será que massacrar sírios possa ser mais lucrativo?! 
 
Grande e decadente inferno! 
 
Bordeaux, 30 de agosto de 2013. 
 
JoanMira
 

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Aleluia! - Amaia nasceu!



29-08-2013
 
Chegou o ser divino... o bébé chegou a este mundo.
 
JoanMira

Mais um exemplo de neoliberalismo: o Brasil adopta escravos cubanos!

O problema não é que sejam médicos, muito menos cubanos. O problema é o método de contratação, que convalida grave violação de direitos humanos.

Importar trabalhadores é normal. Importam-se, por exemplo, os melhores profissionais, para agregar conhecimento e expertise às práticas locais. Ou se traz um tipo de trabalhador que não se encontra no país importador. Ou ainda pessoas que topam salários e serviços que os locais não aceitam.
Este é o caso da importação de médicos pelo governo brasileiro. Tanto que os estrangeiros só poderão exercer um tipo de medicina e apenas nos lugares para os quais foram designados. Não vieram para transmitir alguma ciência ou prática nova. O médico de família e o atendimento básico não são novidades por aqui.
Mas são insuficientes, diz o governo. É um argumento. As entidades médicas brasileiras, portanto, não têm razão quando se opõem à importação em si.
Ocorre que a história não termina aí. Tão normal quanto a importação de trabalhadores é a exigência de qualificação - algum tipo de avaliação do profissional estrangeiro para saber se atende às necessidades nacionais. Todos os países fazem isso.
Portanto, o governo brasileiro pode abrir uma espécie de concurso internacional para contratar médicos. Mas, primeiro, eles têm que passar por prova de capacitação, como passa qualquer brasileiro quando entra para qualquer serviço público. Segundo, esse mercado deve ser livre.
Assim: o país importador oferece a oportunidade e dá as condições de trabalho, os estrangeiros, pessoalmente, se candidatam, fazem os testes e assinam o contrato. Esse documento, obviamente, pode ser rescindido. Imagine que o médico chega numa cidade remota e verifica que não tem a menor condição de atender. Ou não recebe o salário acertado. Ele pode retirar-se e rescindir o contrato. Inversamente, se começa a fazer besteira, o governo, o contratante, pode afastá-lo.
E se o médico, afinal, achar que entrou numa fria, e que sua família não se adaptou - ele pode pegar um ônibus, ir até o aeroporto mais próximo e embarcar, com seu passaporte e o de seus familiares, de volta para casa. Ou para Miami.
Essa é a situação dos médicos argentinos ou portugueses. Não é, obviamente, o caso dos cubanos. Estes não têm o contrato de trabalho com o governo brasileiro ou outra entidade local, não recebem salário brasileiro, não têm o direito de desistir, não têm passaporte, não têm, pois, a liberdade de deixar o Brasil e ir para qualquer lugar que desejarem.
São funcionários do governo cubano, destacados para trabalhar no Brasil - sob as regras contratuais do regime cubano, uma ditadura. E não poder trazer a família, que permanece refém em Cuba, sem poder viajar para o Brasil ou para qualquer outro lugar - isso é de uma violência sem limite.
Os médicos ficam presos no Brasil, suas famílias, em Cuba. Parece exagerado, mas é a pura verdade. Tanto que o governo brasileiro foi logo avisando os doutores cubanos que não tentem fugir ou pedir asilo, porque serão presos e deportados.
Por isso, não vale a comparação com empresas brasileiras que levam trabalhadores brasileiros para suas obras em outros países. Os brasileiros foram livremente e podem voltar ao Brasil (ou qualquer lugar) quando quiserem.
Tudo considerado, o governo brasileiro pode importar médicos, mas não praticar a violação de direitos humanos embutida no contrato dos cubanos. Os médicos brasileiros podem exigir provas de validação dos estrangeiros. Mas não podem hostilizar pessoalmente os cubanos. Tirante os militantes, a situação pessoal deles é penosa.
O governo brasileiro mentiu várias vezes nesse episódio. Em maio último, o então chanceler Patriota havia dito que se preparava a importação de 6 mil cubanos. Dada a reação ruim, o ministro Padilha disse que o governo havia desistido do projeto. Agora, assim de repente, aparecem 4 mil médicos preparados para vir ao Brasil.
O governo apenas aproveitou o momento para lançar o Mais Médicos, com esse propósito principal de trazer os cubanos. Com marketing: quem pode ser contra a colocação de médicos em lugares carentes? Por outro lado, a presidente Dilma comprou uma briga feia com os médicos brasileiros, caracterizados como ricos insensíveis no discurso oficial e aliado. Uma ofensa, claro, mesmo considerando que há médicos que não cumprem suas obrigações. A grande maioria está aí, ralando.
Finalmente, e se algum cubano entrar, por exemplo, na embaixada dos EUA e conseguir refúgio, o que fará o governo brasileiro?
Carlos Alberto Sardenberg é jornalista
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/opiniao/cubanos-presos-aqui-la-9734289#ixzz2dNUtwnhF

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Partidos politicos - E a Monarquia em Portugal?

Depois de ter perdido a esperanca no PCP...


Aturar maléficos bandos de putos do PSD


Na companhia irrevogavel de improvaveis badamecos do CDS


Não falando dos traidores do PS
 


Apetece-me, como muitos Portugueses, experimentar a lealdade destes...


Confesso que cada vez mais creio em gente honesta!
 
Bordeaux, 29 de agosto de 2013.
 
JoanMira

 

Ha 50 anos - Martin Lutherking - "Eu tenho um sonho"

O discurso, realizado no dia 28 de agosto de 1963 nos degraus do Lincoln Memorial em Washington, D.C. como parte da Marcha de Washington por Empregos e Liberdade, foi um momento decisivo na história do Movimento Americano pelos Direitos Civis. Feito em frente a uma platéia de mais de duzentas mil pessoas que apoiavam a causa, o discurso é considerado um dos maiores na história e foi eleito o melhor discurso estadunidense do século XX numa pesquisa feita no ano de 1999. De acordo com o congressista John Lewis, que também fez um discurso naquele mesmo dia como o presidente do Comitê Estudantil da Não-Violência, "o Dr. King tinha o poder, a habilidade e a capacidade de transformar aqueles degraus no Lincoln Memorial em um púlpito moderno. Falando do jeito que fez, ele conseguiu educar, inspirar e informar [não apenas] as pessoas que ali estavam, mas também pessoas em todo os EUA e outras gerações que nem sequer haviam nascido."
Hoje os sinos das igrejas de todo o país (EUA)vão soar no momento em que o discurso foi feito. Barack Obama, primeiro presidente afro-americano dos Estados Unidos, vai pronunciar um discurso nas escadarias do Lincoln Memorial, mesmo local onde o líder negro disse as famosas palavras. Outros eventos estão programados em todo o país.No dia 28 de agosto de 1963, Martin Luther King foi o último a discursar no evento conhecido como Marcha de Washington pelo Trabalho e pela Liberdade. Ele defendeu a igualdade de direitos para todos diante de cerca de 250 mil pessoas.
Veja ao lado um trecho do discurso.
As famosas palavras – ‘Eu tenho um sonho’ – só entraram no discurso momentos antes do início. Depois do momento memorável, Martin Luther King entrou de vez para a história como um ícone Depois do momento memorável, Martin Luther King entrou de vez para a história como um ícone da luta pelos direitos humanos. O discurso é considerado um dos principais do século XX.
Martin Luther King foi assassinado três anos depois, na cidade americana de Memphis.
Apesar dos avanços sociais conquistados, os desafios no caminho da igualdade ainda são grandes nos Estados Unidos. O desemprego em meio à comunidade afrodescendente americana ainda é o dobro da média nacional, e a renda média de uma família negra corresponde a apenas dois terços da renda geral dos americanos.
Veja o Vídeo:

Texto - FDP do neoliberalismo


Que se refastelem onanistas sem alma; “doutores” analfabetos,
Orgulhosos, inconscientes gabarolas usufruindo da miséria alheia.
 
O Povo, na sua sabedoria singela, aguarda pelo grande momento:
Por enquanto, labuta, sofre e chora com a esperançada e previsivel alegria de que
 
Um dia, uma noite, ou cedo de madrugada os vai f.d.r! 
 
 
Rio de Janeiro, 27 de Maio de 2012.
 
 
JoanMira
 
"Je te donne"

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Desenho - "Quelques instants avant la mort"

"Quelques instants avant la mort"
 
Bordeaux, 27de agosto de 2013
 
JoanMira

Foto - Uma Amiga - Aline X. - do Rio de Janeiro

Terça-feira é de tempo chuvoso no Rio
Mau tempo atinge a cidade do Rio nesta terça-feira Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo
Mau tempo atinge a cidade do Rio nesta terça-feira. Gabriel de Paiva / Agência O Globo.
 
(Esta foto tem historia. Debaixo do guarda-chuva verde  reconheci a Aline X... Uma Amiga do Rio de Janeiro. Travamos conhecimento no fim do dia 13 de julho até à alvorada do 14... Emocão: não a mais tinha visto até hoje...Até esta foto anonima publicada pelo jornal "O Globo" do Rio de Janeiro...).
JoanMira

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Texto - A revolta segue


Referindo-me a um mundo que, decididamente me "obssceca", acordei em sobressalto com um estranho sentimento; imagine que estava tão simplesmente a “pesadelar” com um mundo no qual teria passado seis decadas em vão. 
Nesse mundo estranhamente maravilhoso os bois não tinham cornos, mas as galinhas tinham dentes, e ovos com barbatanas flutuavam no espaço sideral!
 
Mais: políticos não tinham língua, claques não tinham mãos, tripeiros fanáticos  das âaantas estavam mudos, arruaceiros da “Luz” tinham regressado aos bairros da lata, o Atlético tinha vencido a “Champions”...deixando às lagartixas do “Sporting de Lisboa” ganhar um campionatozeco doméstico, com grande virtude por muitas faltas de comparência…
 
Naquele lindo Pais reinava, no entanto, um partido, pequeno, já que a sigla era UN. Já viu isso nas carripanas da ONU? Não, nã era o mesmo; Aquele chamava-se “União Nacionalê”: qêm nã fosse dele levava nos tomates! Quem nã fosse daquele partido nã conseguia leva-los “entêros”…
 
Folgo gabar quem nunca pertenceu aquela cousa…Lamento, apenas que eu proprio  tenha “pretencido” à “Mocidade Portuguesa” mas, para “passar o ano” tinha quê serê… Senão ficava a “ver navios”… E navio houve o “Santa Maria”, governado pelo Henrique Galvão… Velhos tempos em que a desobediência apenas “abria” direito a tortura física.
 
Hoje em dia, graças à evolução, esses crimes não são mais sancionados  de tão barbara “manêra”; hoje tudo é mais sofisticado: se falas, se denuncias, estas tramado: é que existem os descendentes “UN”, Paul Doors & Peter Steps Rabbit y Sus Muchachos”… Eles nã prejudicam a Sociedade: Foodem*n@!!!
 
Sofre, cala, engole, mastiga em seco…Come vê, nesta pederofilica sociedade temos muita escolha…: acabar com os FDP ou a eles sucumbir… Acabar com o meu pátrio espaço vital, nunca!
 
Preferiria ser “paneleiro” ou funcionario do Ministério dos Negocios Estranhos!
 
Bordeaux, 26 de Agosto de 2013.
 
JoanMira

Terror em parapente - (Video)

Alívio. Luiz e Sudmar já fora da nuvem durante o voo semana passada Foto: Picasa Freelancer / reprodução
Alívio. Luiz e Sudmar já fora da nuvem durante o voo semana passada. Picasa Freelancer / reprodução



RIO - O vendedor Sudmar Franzin, de 49 anos, veio ao Rio há duas semanas para participar de uma prova de corrida, mas foi com os pés muito longe do chão que ele ficou famoso na internet. Durante um voo duplo de parapente, Sudmar e o instrutor Luiz Gonzaga Pereira de Souza ficaram cerca de quatro minutos dentro de uma nuvem, sem qualquer visibilidade. Apesar do sufoco, o morador de Descalvado (SP) garante não ter ficado traumatizado:
— Com certeza tentaria de novo. Quem sabe ano que vem?
O vídeo do voo, de 13 minutos, foi visto por quase 300 mil pessoas em três dias. As cenas mostram a angústia de Sudmar e o desespero do instrutor, ao se dar conta da situação. Os dois saltam da Pedra Bonita, em São Conrado. Após um começo tranquilo, entram numa nuvem: “Caraca, agora fechou”, diz o vendedor. Rajadas de vento fazem com que o capacete do instrutor caia para trás frequentemente. Luiz também aparece ao longo do vídeo soltando os controles do parapente várias vezes.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/sufoco-em-voo-duplo-no-rio-faz-sucesso-na-internet-9698397#ixzz2d65CeOif
Aline Bonatto

Arte Japão - Em Buenos Aires, exposição de Kusama, peça de Campanella e parrillas em Palermo


Uma das obras da japonesa Yayoi Kusama no Malba
Foto: Divulgação / Malba
BUENOS AIRES - Quando o Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires (Malba) inaugurou, em 29 de junho passado, a primeira exposição da japonesa Yayoi Kusama na América Latina, não imaginou o tamanho do sucesso. A mostra foi um dos programas culturais mais procurados durante as duas semanas de férias escolares de inverno, em julho, e todos os fins de semana formam-se filas quilométricas na Avenida Figueroa Alcorta, onde está fica o museu, um dos mais badalados da capital argentina. Yayoi Kusama, uma das mais importantes artistas japonesas vivas, encantou adultos e crianças. Para quem vier a Buenos Aires e quiser ver a exposição antes de chegar ao Rio (em 12 de outubro, no Centro Cultural Banco do Brasil), a mostra continua aberta até o próximo dia 16 de setembro. É uma profunda viagem pela trajetória de Kusama, com mais de cem obras criadas entre 1950 e 2013, entre pinturas, trabalhos em papel, esculturas, vídeos e instalações.

Leia mais sobre esse assunto em
http://oglobo.globo.com/boa-viagem/em-buenos-aires-exposicao-de-kusama-peca-de-campanella-parrillas-em-palermo-9701793#ixzz2d5wwhjvB

Insolito - Cresce o número de pessoas que escolhem primatas como animais de estimação

Princesa. A macaca, que tem carteira de identidade e cartão de visitas, tira um cochilo na rede e toma mamadeira Foto: Simone Marinho / Simone Marinho

RIO - Quando Roberta de Andrade Neves, uma empresária carioca de 40 anos e mãe de quatro filhos, chegou em casa com Sallomé no ombro, a família inteira achou que ela tinha perdido o juízo.

— Uma macaca de estimação? — indagou, incrédula, a publicitária Tathiana de Andrade Neves, irmã de Roberta.
Roberta adquiriu Sallomé, uma fêmea de macaco-prego, há três meses na pet shop Birds, na Barra (um dos 497 estabelecimentos autorizados a comercializar animais silvestres no país, segundo o Ibama). Um filhote de primata custa, em média, R$ 50 mil. (cerca de 20.000 €uros - Nota do blogue -
 
E, conhecendo n'os tantos carraço-primatas que vivem em casa alheia, de familiares ou não, nos perguntamos porque aqui não vigora a lei da oferta e da procura; é que havendo em demasia o preço devia baixar... JoanMira.
See Explanation.  Clicking on the picture will download
 the highest resolution version available.
Bright Planetary Nebula NGC 7027 from Hubble
Image Credit: Hubble Legacy Archive, ESA, NASA; Processing: Delio Tolivia Cadrecha

Explanation: It is one of the brightest planetary nebulae on the sky -- what should it be named? First discovered in 1878, nebula NGC 7027 can be seen toward the constellation of the Swan (Cygnus) with a standard backyard telescope. Partly because it appears there as only an indistinct spot, it is rarely referred to with a moniker. When imaged with the Earth-orbiting Hubble Space Telescope, however, great details are revealed. Studying Hubble images of NGC 7027 have led to the understanding that it is a planetary nebula that began expanding about 600 years ago, and that the cloud of gas and dust is unusually massive as it appears to contain about three times the mass of our Sun. Pictured above in assigned colors, the resolved, layered, and dust-laced features of NGC 7027 might remind sky enthusiasts of a familiar icon that could be the basis for an informal name. Please feel free to make suggestions -- some suggestions are being recorded, for example, in an online APOD discussion forum.

domingo, 25 de agosto de 2013

Texto - Ter ou não tê-los no sitio

Obrigado Deus ou qualquer outra coisa parecida e misteriosa;
Nenhum mérito nem orgulho tenho em tê-los
Não sendo adornos, ou qualquer outra coisa curiosa
Mas, abaixo de apêndice, sitio certo, com pêlos!
 
Querendo comprovar, experimente sem receio;
E ao acariciar, terá o comprovativo: reactivos são;
Se por tacto masculino, com estupidez pelo meio,
Pode acorrer obvia murraça ao socorro do irmão.
 
Eles serviram, servirão?
 
 
Certo é que somos inseparáveis.
 
Bordeaux, 25 de Agosto de 2013 
 
JoanMira

Rod Stewart - "Rythm of my heart" - Video - Music - Live

"Rythm of my heart"

Estradas mais perigosas do mundo - Marrocos



Garganta del río Dades entre las montañas del Atlas y la cordillera Anti Atlas.

Texto - Processo disciplinar



Quase ao fim de uma carreira consular exemplar e sem manchas, eis que me vejo confrontado com o anuncio de que vou ser alvo de processo disciplinar! 
Qualquer arguido tem o direito de saber do que é acusado; mas não, a lacónica acusação apenas refere que o dito foi instaurado e, “mai” nada… Ou queria eu ter o privilégio de saber o porquê do porquê?! 
Perco-me em conjecturas. Como costuma dizer o “Cara do Corcovado”: “O qué que foi, o qué que fiz…? 
O instrutor “do julgamento” estando ausente de férias, só me resta fazer imenso esforço de imaginação para tentar perceber tão grave e dramática acusação. 
E verdade que, em tempos, fui considerado responsável de uma guerra atroz entre Portugal e Andorra por não ter remetido a tempo e a horas as placas “diplomáticas” da minha carripana… 
E verdade que também não fui nada simpático com o “Zé Augusto”, DGA do momento, a que desejei mergulhar numa piscina de excrementos…mas nada de grave, foi só a reacão de me terem mantido a trabalhar em  Andorra enviando, durante dois meses,  o meu salário para o Rio de Janeiro…Nada mais. 
Nessa ocasião recebi uma repreensão escrita que aceitei com toda a dignidade! 
Mas agora, o quê?... 
Sinceramente, não sei! Terá sido por me queixar no roubo cada vez mais insistente ao meu salário? 
Será por ter denunciado a injustiça na Sociedade portuguesa? 
Será por ter dito que em certos consulados, gerais e honorários o roubo continua? 
Será por ter dito que o novo ministro de estado e dos negócios estranhos, roubou os Portugueses através da compra de acções a preço doloso? 
Será, será, será?...  
Felizmente tenho amigos simpáticos que são solidários com a dor imensa. Não é Henrique de Almeida? Você me desculpa: eu não sou politico, vivo com muitas dificuldades financeiras e o meu único lazer é escrever através deste blogue. Nelo expresso as minhas inabdicáveis mas não “irrevogáveis” ideias. 
A Revolta continua! 
Bordeaux, 25 de Agosto de 2013.
 
JoanMira

The Bee Gees - "Wish you where here" - Video - Music

"Wish you where here"

Laurent Voulzy - "Le pouvoir des fleurs" - Video - Musique

"Le pouvoir des fleurs"

A imagem do dia 25-08-2013

2013 August 25 See Explanation.  Clicking on the picture will download
 the highest resolution version available.
The Colliding Spiral Galaxies of Arp 271
Credit & Copyright: Gemini Observatory, GMOS-South, NSF

Explanation: What will become of these galaxies? Spiral galaxies NGC 5426 and NGC 5427 are passing dangerously close to each other, but each is likely to survive this collision. Typically when galaxies collide, a large galaxy eats a much smaller galaxy. In this case, however, the two galaxies are quite similar, each being a sprawling spiral with expansive arms and a compact core. As the galaxies advance over the next tens of millions of years, their component stars are unlikely to collide, although new stars will form in the bunching of gas caused by gravitational tides. Close inspection of the above image taken by the 8-meter Gemini-South Telescope in Chile shows a bridge of material momentarily connecting the two giants. Known collectively as Arp 271, the interacting pair spans about 130,000 light years and lies about 90 million light-years away toward the constellation of Virgo. Recent predictions hold that our Milky Way Galaxy will undergo a similar collision with the neighboring Andromeda Galaxy in a few billion years.

sábado, 24 de agosto de 2013

Laurent Voulzy - "Jeanne" - Video - Musique

"Jeanne"

Futebol - Jorge Jesus considerado 7.º melhor treinador do mundo


Conheça o ranking da Football Coach World

Jorge Jesus ocupa o sétimo lugar na lista dos melhores treinadores do mundo, elaborada pela "Football Coach World Ranking".

O técnico do Sport Lisboa e Benfica conta com 10.304 pontos, numa tabela liderada por Jupp Heynckes (ex-Bayern Munique), com 16.285.

Refira-se que a nacionalidade portuguesa é a que conta com mais representantes no top 10, precisamente três, fruto das presenças de José Mourinho (terceiro com 14.668) e André Villas-Boas (ascendeu ao nono posto, com 9.811).

De notar que os dois primeiros da lista, Heynckes e Tito Vilanova, encontram-se fora do activo, o que significa que Mourinho é o líder entre os técnicos que se encontram de momento a orientar uma equipa.

O ranking foi elaborado tendo por base não só os resultados das respetivas equipas mas igualmente o peso das competições onde a mesma está inserida, assim como a fase da competição. Consulte
aqui os critérios.

RANKING (TOP 10):

1. Jupp Heynckes (ex-Bayern Munique), 16.285
2. Tito Vilanova (ex-Barcelona), 14.686
3. José Mourinho (Real Madrid/Chelsea), 14.668
4. Diego Simeone (Atlético Madrid), 12.796
5. Jürgen Klopp (Borussia Dortmund), 12.074
6. Alex Ferguson (ex-Man. United), 11.554
7. Jorge Jesus (Benfica), 10.304
8. Carlo Ancelotti (PSG/Real Madrid), 10.071
 
9. André Villas-Boas (Tottenham), 9.811
10. Arsène Wenger (Arsenal), 9.700
(...)
23. Vítor Pereira (FC Porto/Al Ahli Jeddah), 7.765
95. José Peseiro (ex-Sp. Braga), 4.556
103. Paulo Fonseca (P. Ferreira/FC Porto), 4.427
112. Rui Vitória (V. Guimarães), 4.195
114. Leonardo Jardim (Olympiacos/Sporting), 4.121
136. Pedro Martins (Marítimo), 3.707>
(...)
1251. Oceano (ex-Sporting), 66
1343. Jose Giacone (UCR), 18
 
SABADO 

Imagem: Fauna da cidade maravilhosa - "Castanheta-das-rochas"

A flora e a fauna da Cidade Maravilhosa
A castanheta-das-rochas, ou sargentinho, (Abudefduf saxatilis), também é encontrada nas formações marinhas da costa do Rio Foto: Marcos de Lucena - Divulgação

A castanheta-das-rochas, ou sargentinho, (Abudefduf saxatilis), também é encontrada nas formações marinhas da costa do Rio. Marcos de Lucena - Divulgagacão

Stevie Wonder - "I'm free" - Video - Music - Live

"I'm free"

Imagens do Mundo - Cristo Redentor - Rio de Janeiro

Cristo Redentor visto no início da manhã deste sábado Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

Cristo Redentor visto no início da manhã deste sábadoMárcio Alves / Agência O Globo.
(Dedicado ao Amigo Antonio Loulé)
 

Texto - Os cornos

São de raça pontiaguda, não fazem mal aos toureados e servem, porventura,  à felicidade das vacas.
 
Quem trata de cornudo ao seu semelhante nada mais diz que gosta de animais… Sejam eles da comum raça bovina, de que tanto nos alimentamos.
 
Sendo que, por vezes, o ser humano faz “comparancas”, conquanto  infelizes… patético é de ver o habito rotineiro dos cocadores de tomates, crocodiliana homenagem ao que se passa no cu do vizinho…!
 
Cornos? Ninguém quer? Então esta tudo bem servido…
 
Mas não esqueça: cornos vão sempre de par… é a eterna historia; quanto mais menos neles pensamos mais um par ornamental pode aparecer!
 
Historia bovina…para todos os animais do sexo oposto.
 
Bordeaux, 24 de Agosto de 2013.
 
 
JoanMira
 

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Desenho - "Yes!" -

"Yes!!!"
 
23-08-2013
 
JoanMira

Texto - O réptil objectivo



Imagine: na vida todo ser humano, ou animal, dito irracional,  pensa; e pensando, de quando em vez, até se lhes afloram ideias porventura interessantes.
 
Não é que o cérebro queira opor-se ao instinto reptiliano, nem sequer admitimos essa hipótese; mas esse órgão social é mesmo assim: indomável; responsável do pensamento, ele inter-age com acções menos consentâneas, de mor a que pensemos com a maior objectividade possível ao suplicio e ao fim trágico e horroroso dos inimigos da “subjectiva” democracia…
 
Não são raras as vezes que não concordo com o que o cérebro  dita, por implicar aquele conhecido e permanente conflito que pode ser o apanágio de todo ser humano:  ser ou não ser crocodilo?
 
Quando o nosso pensamento não esta em concordância com o cérebro omnipotente, podem advir certos conflitos cujo desfecho pode ser a prisão ou internamento.
 
Por enquanto estou livre! 
 
Mas, pelos modos que a coisa vai, admito que o Povo possa esquecer a razão e enverede por violentos instintos.
  
Bordeaux, 23 de Agosto de 2013.
 
JoanMira