Pesquisar neste blogue

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Texto - Filomena, não fujas com o cu à seringa - (2)

Afficher l'image d'origineAquela Filomena era uma miuda deveras interessante quando jovem ; i.e. antes de começar a falar, era menina mimada; não precisou de estudar sequer para ser “doutoura” (como acontece a muitos jovens do nosso Pais que ostentam o “titulo”!)

Que acha que fez a Filomena? Não, não foi original nesse aspecto! Nada dizendo, alheando-se de todos e quaisquer pregões susceptíveis de desviar a sua carreira da linha recta traçada, circundada de escarros, escrementos, colegas competitores e todas e quaisquer porcarias, alheou-se da sua miseravel estupidez e enveredou pelo trilho por muitos calqueado: substituir a ignorância pelo autoritarismo e a prepotência.

Logo os subalternos (menos parvos que ela) rapidamente, um a um, foram abandonando a funebre sociedade …

Os seus desesperados gemidos ecoaram no vacuo... até a criatura se render cessando os estragos imensos que ja tinha feito na região que lhe fora atribuida.

Resta dizer, para concluir, que na estrutura que pensou dirigir, a sua imagem de palerma, parola, cretina, caricata, vaidosa, "Xoninhas", ficara para sempre associada a grandes ataques de riso!

So que, sendo a caricatura que tentamos retratar, conseguiu, mesmo assim, amedrontar subalternos.

Mean while o regabofe filomenesco continua; quando se engranja 15.000 €uros mensais...

Deve ser o prémio à incompetência que grassa em Portugal!

JoanMira

10-12-2016

Sem comentários: