Peskisar

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

"15 bis, rue Gambetta" - Desenhos digitais

"15 bis, rue Gambetta"
28-11-2018
JoanMira

Mosteiro de Alcobaça - Monumentos lindos de Portugal


A Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça, também conhecida como Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, é uma das obras-primas da arquitectura e história Portuguesa, classificada pela UNESCO como Património Mundial, considerada mesmo uma das mais importantes abadias Cistercienses Europeias.



Mosteiro de AlcobaçaDoada pelo primeiro rei Português, D. Afonso Henriques, a Bernardo de Claraval, as obras de construção da Abadia iniciaram-se em 1178, sendo a primeira obra verdadeiramente em estilo Gótico, erguida em solo português. Os seus traços gerais enquadram-se no rigor, austeridade e pureza das formas construtivas do espírito de S. Bernardo, que se devotava à oração, penitência, renúncia aos bens materiais e trabalho manual, em constante comunidade e no mais absoluto silêncio.

"Lago dos cisnes" - Amares - Braga - Fotos

"Lago dos cisnes"
02-11-2018
JoanMira


terça-feira, 27 de novembro de 2018

Mosteiro da Batalha - Monumentos lindos de Portugal

monumentos mais bonitos de Portugal
Perto do local onde se ergue o Mosteiro da Batalha ocorreu, no dia 14 de Agosto de 1385, um acontecimento decisivo para a consolidação da nação portuguesa: D. João, Mestre de Avis e futuro rei de Portugal venceu os exércitos castelhanos na batalha de Aljubarrota. Esta vitória pôs termo a uma crise dinástica que se arrastava desde 1383, aquando da morte do rei D. Fernando, cuja única filha era casada com o rei de Castela, pretendente ao trono de Portugal.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Mosteiro dos Jeronimos - Monumentos lindos de Portugal

país mais romântico da europa
Doado aos monges Jerónimos, que aqui permaneceram até ao segundo quartel do século XIX, o Mosteiro dos Jerónimos é um verdadeiro “cântico” ao estilo manuelino pela profusão de elementos religiosos, náuticos e régios eternizados na pedra. O conjunto monástico conserva, ainda hoje, além da igreja manuelina, grande parte das magníficas dependências conventuais que contribuíram para a sua fama internacional, incluindo o Claustro quinhentista, o antigo Refeitório dos monges e a sala da Antiga Livraria.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

"Alentejo da minha alma" - Video - Musica

"Alentejo da minha alma"

Evora - Candidata a Capital Europeia da Cultura - Cultura



“É um festival que, pela sua programação, assume um olhar para dentro, um pouco como consequência dos filmes que se apresentaram a concurso. É um olhar para dentro dos lugares onde acontece, de um lugar que tanto pode ser Évora como outro ponto do mundo”, disse à agência Lusa Carla Magro Dias, da organização.

O festival conta este ano com uma mostra de cinema documental de promoção da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027, que inclui a exibição dos filmes “A pedra não espera”, de Graça Castanheira, e “7 Évoras em Kepa”, de José Coimbra e Tiago Guimarães.

“A pedra não espera”, sobre os projetos do escultor João Cutileiro, que vive em Évora, será apresentado no dia 20, às 18:00, no Teatro Garcia de Resende, enquanto “7 Évoras em Kepa”, sobre a residência artística do músico basco Kepa Junkera na cidade, está agendado para dia 22, à mesma hora e no mesmo local.

Quanto à vertente competitiva do certame, segundo a diretora do festival, tem a concurso 37 filmes oriundos “dos quatro cantos do mundo”, nas categorias de animação, ficção e documentário e, este ano, pela primeira vez, ‘videoclip’ e novo talento.

“Temos filmes dos continentes americano e africano, e uma grande representação do cinema europeu”, assinalou Carla Magro Dias.

Além da competição, que vai decorrer no Teatro Garcia de Resende, a programação do FIKE inclui cinema para as escolas, ciclo que começa hoje, e mostras de cinema e videoclip, a partir de dia 16, que estão previstas para o Auditório Soror Mariana.

O júri, composto por Sara Gonçalves, Susana Mourão, José Coimbra, Rui Fernandes e Paulo Santos, vai atribuir os prémios para a Melhor Ficção, Animação e Documentário e diploma para o melhor Videoclip e Novo Talento, enquanto os espetadores do festival vão conferir o Prémio do Público.

A diretora do festival adiantou que já está confirmada a realização do FIKE no próximo ano, estando previsto para setembro de 2019.

Observador

sábado, 10 de novembro de 2018

"O 'novo' talho de Caldelas" - Braga - Fotos humor

"O 'novo' talho de Caldelas"
Ainda bem que este meu Portugal ainda existe. Nem sofrimento nem menos boas recordações jamais apagarão a memoria...

10-11-2018
JoanMira